quinta-feira, agosto 21

entrega

quase não pude
chegar
à porta

para receber um pacote tão grande
- tamanho medo -
eu que sempre adorei a fuga
de perder-se entre as coisas
o carteiro já estava virando
deveria continuar seu trabalho
ambíguo
de entregar mistérios
mas o meu esforço para abrir
a porta
gerou um ruído absurdo:
pude ver o seu regresso
pude tocar
a caixa
e o medo.

Um comentário:

  1. passei por aqui, aguardo sua visita: www.micropoetricidade.blogspot.com

    ResponderExcluir